Você é gamer? Veja nossas dicas para se alimentar melhor nas jogatinas

Hoje, 25 de maio comemora-se o dia mundial do Orgulho Geek!


O dia foi escolhido por causa da estreia do primeiro filme da série Star Wars, que inspira muito dos aficcionados por tecnologia e ficção científica. A saga ambientada no espaço estreou em 25 de maio de 1977 (saiba mais clicando aqui).


E para comemorar, resolvemos escrever esse post para te mostrar que os gamers nao precisam se alimentar mal para ter bons resultados nas suas partidas ranqueadas!


Quem é gamer está acostumado a ficar horas na frente do computador ou da televisão jogando no seu console - mas o problema é que, durante essa maratona, a alimentação quase sempre é prejudicada.


Enquanto alguns podem se distrair tanto com os jogos a ponto de quase se esquecer de comer, outros acabam exagerando na quantidade de doces, biscoitinhos e demais guloseimas por não pensar em nada melhor para beliscar entre as partidas.


Pode-se dizer, inclusive, que este último é o mais comum - já que a distração durante as sessões de videogame faz com que se coma mais pela necessidade de beliscar algo, independentemente da fome.


Mas você sabia que dá para fugir desse problema e ainda melhorar sua maratona de jogos apostando em alimentos saudáveis e que dão mais energia para o corpo? Afinal, é exatamente isso que fazem os pro players, os jogadores profissionais. Confira dicas para aprender a montar o cardápio ideal!


Lanches rápidos e fáceis de comer com uma mão são os mais indicados para as maratonas de videogame

Como todo bom gamer sabe - e provavelmente já cansou de explicar isso em casa quando alguém insistiu que ele parasse de jogar para almoçar ou atender o telefone - não é sempre que dá para dar pause no meio de uma partida, ainda mais se ela for online.


Por isso, uma das dicas mais importantes para se alimentar bem sem atrapalhar a maratona é apostar em lanches que sejam fáceis de comer com uma mão só!


Não que isso seja motivo para ficar jogando horas a fio sem parar para descansar os olhos e a cabeça, mas é a solução ideal para não passar fome no meio de partidas longas - e, assim, diminuir as chances de acabar exagerando nas porções de comida quando finalmente surgir a pausa para se alimentar melhor.


Além disso, também é bom evitar comidas com textura gordurosa para que não acabem sujando os dedos e consequentemente atrapalhando o manuseio do controle de videogame, do mouse ou do teclado do computador.


Isso, sem falar no fato de que, em geral, esse tipo de comida costuma ser mais calórica, o que não é uma boa combinação para quem passa horas jogando sem se exercitar. Veja boas opções para começar a organizar seu cardápio:


Biscoitos tradicionais podem ser substituídos por cookies integrais

Quando se fala em opções rápidas e práticas para beliscar, não dá para não lembrar dos biscoitos, não é? No entanto, se a ideia é comer de maneira saudável enquanto joga videogame, a dica é deixar de lado as versões com recheios e vários ingredientes industrializados e apostar nos cookies integrais! Disponíveis em vários sabores, esses biscoitinhos têm teor reduzido de sódio e boas quantidades de fibra alimentar e farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico.


Barrinha de frutas com cereais alimenta e ainda dá mais energia durante as partidas

A barrinha de frutas com cereais é um alimento que sempre vale a pena ter para comer quando a fome apertar durante a correria do dia a dia. E graças à sua praticidade e vantagens nutricionais, ela também pode fazer parte de um cardápio saudável de quem sabe que vai gastar um bom tempo entre uma partida de videogame e outra.

Por ser de rápido e fácil consumo, essa opção é perfeita para comer durante aquele jogo que você sabe que vai ser tenso e que mal vai te permitir piscar. Além disso, também ela também funciona como uma fonte de energia por ser rica em fibras - o que é ótimo para ter um melhor desempenho durante a maratona de games.


Pão sírio é opção mais saudável para torradas e sanduíches

Lanches com pão francês ou pão de forma tradicional também são clássicos para maratonas em frente à televisão ou ao computador - sejam elas de séries ou de jogos, como é o caso aqui. Mas por serem mais calóricos e contarem com um alto teor de carboidratos, a dica é evitá-los e recorrer ao pão sírio - que tem massa bem mais leve e bem menos carboidrato e gordura.


Vale aproveitar esse pão para preparar torradas ou sanduíches, usando sempre ingredientes mais saudáveis para o recheio - como atum light, frango desfiado, peito de peru e salada de rúcula, por exemplo. Para seguir a dica de conseguir comer com uma mão só, lembre-se de preparar tudo em pedaços pequenos.


Tapioca também é boa aliada para substituir o pão e ainda ajuda a deixar o cérebro mais ativo

Outra boa opção para preparar lanches que, tradicionalmente, costumam ser feitos com o pão francês ou de forma é a tapioca. Além de ser liberada para celíacos por não conter glúten, também é destaque nas dietas mais saudáveis por ter baixo teor de sódio, nada de gordura e permitir uma maior criatividade nos lanches por combinar tanto com recheios salgados quanto com doces.


E as vantagens da tapioca para quem é gamer não param por aí: por ser rica em carboidratos, ela aumenta o nível de serotonina e melhora o humor - o que é ótimo para aliviar a tensão entre as partidas - e ainda garante um cérebro mais ativo por ser fonte de vitamina K.


Banana diminui o estresse e fornece mais energia

Frutas também podem fazer parte do cardápio saudável para quem é gamer. A banana, por exemplo, é uma ótima fonte de energia e ainda ajuda a diminuir o estresse que pode aparecer entre as partidas por ter triptofano - substância que atua nos hormônios que melhora o humor.


Dá para comer a fruta ao natural, preparar uma vitamina ou até fazer combinações mais elaboradas para comer quando decidir dar uma pausa no videogame antes de partir para a próxima partida - como a clássica mistura com aveia e canela, por exemplo.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo